Amazon e Mercado Livre investem na abertura de mais centros de distribuição no Brasil

Nos últimos dias tivemos ótimas notícias com os investimentos milionários da Amazon e Mercado Livre em novos centros de distribuição no Brasil. O objetivo é proporcionar mais agilidade e inovação na hora de entregar os produtos para os seus consumidores. 

Comprar pela internet nunca fez tanto sentido como em 2020 

Segundo dados prévios, o mercado saltou anos no quesito de inovação e implementação tecnológica devido a Pandemia do Covid-19, afinal, as empresas foram forçadas a digitalizar e integrar os seus serviços para manter o seu funcionamento sem colocar em risco a saúde dos seus colaboradores.

Como consequência desta evolução, temos duas das maiores empresas do comércio online nacional como a Amazon e Mercado Livre ampliando as suas capacidades operacionais. 

A maior expansão da Amazon desde o ínicio da sua atuação no Brasil 

A Amazon inaugurou neste mês três novos centros de distribuição no Brasil, ou seja, é a maior expansão operacional da empresa em oito anos – desde o inicio das suas operações no país. 

Os novos galpões de distribuição já estão em operação e se localizam nas cidades de Betim (MG), Nova Santa Rita (RS) e Santa Maria  (DF). 

Segundo a empresa, 1500 pessoas foram contratadas para a operação dos novos centros. 

O aumento de processamento não foi divulgado, porém, a empresa divulgou que de imediato, compradores de 100 novas cidades passam a ter acesso as entregas mais rápidas do serviço Prime – que proporciona ao consumidor entrega a partir de dois dias. 

Mercado Livre está com planos de ir além! 

Um dos assuntos mais polémicos dos últimos anos é a privatização da Estatal Correios. Depois de vários rumores e suposições e agora é oficial: “queremos, sim, estar na mesa de negociações”, afirma Stelleo Tolda, presidente do Mercado Livre na América Latina. 

O ministro das Comunicações, diz que Amazon, Magazine Luiza e FedEx também estão interessadas em comprar a estatal. 

Além disso, no dia 12 de novembro, o Mercado Livre anunciou a abertura de mais cinco centros logísticos de distribuição pelo Brasil. 

Três estão localizados em São Paulo, sendo dois em Cajamar e um em Guarulhos, um em Santa Catarina e o outro em Extrema – MG. 

Segundo a varejista o objetivo é proporcionar entregas mais rápidas para todo o território nacional. Logo, os novos galpões farão com que o Mercado Envios duplique a capacidade de armazenamento e processamento de todo o seu encomendas. 

Entregas mais rápidas

De acordo com Leandro Bassoi, vice-presidente do Mercado Envios (o setor logístico do Mercado livre), a intenção é consolidar a empresa com entregas ágeis em toda região do Brasil e não apenas nas grandes praças. 

Qual o futuro do varejo e da logística do transporte? 

As grandes varejistas online já estão agindo para proporcionar uma experiência de compra cada vez mais ágil, integrada e tecnológica. 

Anos atrás a realidade era esperar no mínimo uma semana para que suas compras online chegassem até a sua residência, hoje, dependendo da sua localização o tempo foi reduzido para apenas algumas horas. 

É claro que grandes praças, as cidades com maior concentração populacional, acabam sendo as primeiras a receberem esse tipo de serviço. Porém, é possível observar que os esforços é estabelecer uma operação logística eficiente em todo o território nacional. 

Gostou deste artigo? Então o que acha de seguir a AILOG nas redes sociais e ficar por dentro das novidades e informações imperdíveis sobre o universo da tecnologia e logística do transporte? 

Inclusive, você pode conferir nossas soluções visitando o nosso site: www.ailog.com.br

Se tiver alguma dúvida, não hesite, mande mensagem para gente! 😀

Deixe uma resposta