Afinal, o que é o “novo normal” pós-quarentena?

Ninguém poderia imaginar que 2020 seria marcado por um ano em quarentena devido a pandemia do Covid-19. Enfrentamos alguns desafios dos quais a sociedade moderna não estava preparada. Porém, quanto tudo isso passar, como será o “novo normal”? 

Os efeitos da quarentena no mercado

Fomos pegos de surpresa, e por mais que estamos cada vez mais conectados, ainda não estávamos preparados para gerenciar todas as operações a distância, ainda mais do dia para a noite. 

Alguns setores sofreram mais que os outros, enquanto alguns viram suas operações despencar, outros foram beneficiados, como é o caso de entregas e delivery. 

Mas o que podemos tirar de aprendizado quando falamos em negócios? A primeira lição é estar sempre aberto a reinvenção e inovação. Algumas marcas souberam implementar com maestria estratégias que se adequassem a situação adversa da sociedade. 

Um bom exemplo disso é a marca de cerveja Corona. Tendo em vista que o nome da marca está diretamente ligado ao nome popular do Covid-19 que é “Coronavírus”. 

Após ter tido um enorme distanciamento dos seus consumidores, por meio de campanhas e estratégias publicitárias a marca aproveitou a onda e segundo o instituto de pesquisa Brandwatch, o termo “corona”, seja referente à cerveja ou ao vírus, foi mencionado mais de seis milhões de vezes no ambiente online desde 1º de janeiro. 

Mas, e como ficou a nossa saúde psicológica? 

De longe um dos maiores desafios para uma nação conhecida pelo seu abraço caloroso e hospitalidade exemplar, os brasileiros foram obrigados a colocar a sua essência de lado em prol da saúde e bem-estar da nação. 

O “fique em casa” foi e ainda é a melhor estratégia para evitar a propagação do vírus, por mais que alguns setores estão iniciando a retomada econômica a pandemia ainda não acabou. 

Ficar longe dos pais, familiares e amigos está sendo um desafio para muitas pessoas que se importam e zelam pela própria saúde e a de seus familiares e entes queridos. Mas muitas pessoas procuraram outras saídas para manter a mente e o corpo em equilíbrio. Por exemplo:

Exercícios durante a pandemia 

Com academias fechadas e impossibilitados de frequentar parques e pistas de corridas, o aumento por aplicativos de exercícios funcionais chegou a ter um aumento de 94% segundo a empresa de acessórios esportivos Polar. 

Qualidade de sono 

Sem a correria do dia a dia, seja para o deslocamento ou compromissos, os brasileiros tiveram um aumento de aproximadamente 30 minutos em seu sono diário. Não pode parecer um número expressivo, porém, o sono é um dos principais meios para evitar problemas como ansiedade, estresse e outros problemas psicológicos. 

Uso da tecnologia 

Alguns estudos apontam um avanço gradual em relação a adoção de soluções tecnológicas, com a pandemia fomos forçados a dar um salto enorme em relação ao uso da tecnologia para realizar ações do dia a dia. 

Quem diria que as empresas iriam se adaptar em tempo recorde para digitalizar todas as suas operações para que continuasse em pleno funcionamento sem a presença física dos seus funcionários? 

Além disso, quando observamos o nosso dia a dia, em muitas ocasiões o diálogo com pais e amigos está sendo feito somente por meio de aplicativos de mensagens e vídeo conferências. 

Já em relação a alimentação e compras, basicamente tudo está sendo feito de maneira remota. Desde compras completas de mercado até o almoço ou lanche de final da tarde.

Ou seja, passamos a literalmente viver por meio da tecnologia. O que se for usado de modo consciente é um salto e tanto para facilitar e agilizar as atividades do dia a dia, seja durante ou após a pandemia. 

Percepção dos reais valores 

No decorrer da vida acabamos nos esquecendo das coisas boas e da importância de determinadas pessoas em nossas vidas. 

Quando isso é tirado de nós e somos forçados obrigatoriamente a viver de modo em que não estamos acostumados, acabamos tendo percepções de coisas que em dias normais passariam “batidas”. 

Por mais que esteja sendo um tempo difícil, ele nos possibilitou resgatar e perceber a importância de poder viver, sentir e dizer. E viver a vida com mais calma, pois as melhores coisas da vida se encontram em pequenos momentos, muitos deles que acabamos deixando passar em busca de sonhos e projetos do dia a dia. 

O “novo normal” veio para ficar! 

Temos apenas uma certeza: a pandemia vai passar mas o que aprendemos durante esse período veio para ficar. Seja na vida pessoal ou profissional, tivemos a possibilidade de nos desenvolvermos e enfrentar um inimigo invisível que sem a união e a cooperação de todos é algo impossível de se enfrentar sozinho. 

Quando falamos da vida, podemos observar o quão fortes sairemos desse período e das diversas mudanças que isso pode nos proporcionar. 

Em nossa vida profissional podemos perceber que dinheiro pode fazer muita coisa, mas que a qualidade de vida e as possibilidade de termos o “trabalho bem feito” não depende tempo e sim produtividade. 

Lamentamos por aqueles que infelizmente não poderão usufruir dessas mudanças e a única coisa que podemos fazer agora em diante é colocar em prática esse aprendizado e agradecer pelo privilégio de explorar as possibilidades de mais um dia.

Deixe uma resposta