capa-blog-artigo-reajuste

Ações decorrentes da Lava Jato leva juiz a suspender cobranças em praça de pedágio do Paraná

Recentemente com as investigações da Lava Jato que levou a prisão do es-diretor do DER-PR, Nelson Leal Júnior, e presidente de concessionárias de rodovias do Paraná, entre eles Hélio Ogama, da Econorte. 

Resultado dessas investigações  foi a liminar do juiz da 1ª Vara Federal de Jacarezinho, Rogério Cangusso Dantas Cachichi em uma ação movida pelo Ministério Publico Federal do qual proibiu judicialmente a cobrança de pedágios na praça instalada em Jazarezinho (norte Pioneiro). 

Além da suspensão da cobrança, a decisão impôs a concessionária a redução imediata das tarifas em 26,75% em todas as outras praças de pedágio sob concessão da empresa. 

Ações-decorrentes-da-Lava-Jato-leva-juiz-a-suspender-cobranças-em praça-de-pedagio-do-Parana

Deixe uma resposta