5-dicas-para-seguranca-de-um-motorista-de-caminhao

Segurança do motorista: 5 dicas de segurança para uma operação sem preocupação

A segurança é uma das questões mais importantes da gestão logística, ainda mais no Brasil, em que a atuação de quadrilhas especializadas em roubo de cargas tem sido cada vez mais abrangente. De acordo com estimativas da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), ocorreram 97.786 roubos de carga no Brasil inteiro entre 2011 e 2016, um incidente a cada 23 minutos, que totalizaram mais de 6 bilhões de reais em prejuízos.

Além de influenciar nos custos logísticos, a falta de segurança também tem colocado a vida de muitos motoristas em risco. Por isso, é importante entender como evitar problemas nas rotas de transporte e como melhorar a segurança dos trajetos.

No artigo a seguir, separamos 5 questões de segurança que toda operação logística precisa considerar em relação à segurança do transporte de cargas, incluindo treinamento para os motoristas, cuidados nas rotas, sistemas de monitoramento, e muito mais.

Confira!

1 – Plano de Gestão de Riscos

Toda operação de transporte de cargas precisa ter um planejamento bem definido sobre como evitar riscos de perda de carga, roubo de caminhões e, principalmente, sobre como garantir a integridade dos motoristas. Além disso, é essencial garantir que existam procedimentos seguros sobre como agir em situações adversas.

Por isso, a elaboração de um Plano de Gestão de Riscos direcionada para o transporte de cargas é tão necessária, pois possibilita que a operação crie mecanismos de inteligência logística para ter mais redundância na segurança.

2 – Treinamento eficiente para os profissionais

A capacitação dos motoristas, mecânicos e especialistas técnicos é essencial para garantir a segurança do transporte. Por um lado, um caminhão otimizado e com boa manutenção oferece muito mais estabilidade durante o trajeto; por outro lado, um motorista que sabe como agir em situações-problema corre menos riscos em relação à sua segurança pessoal e à segurança das cargas.

3 – Cuidados com os caminhões

As revisões e manutenção dos caminhões precisam ser feitos rigorosamente, não só para garantir a segurança das cargas e dos motoristas, mas também para evitar outros prejuízos, como danos à frota e às propriedades de terceiros.

Além disso, é importante utilizar os veículos corretamente, com cada carga em seu caminhão correspondente, sempre cuidando para estabelecer uma lotação segura de acordo com a legislação. Lembre-se: sobrecarregar o caminhão aumenta significativamente os riscos ao caminhão, à carga e ao motorista.

4 – Seguros

A contratação de seguros para as cargas e para os veículos é essencial para trazer tranquilidade para o motorista durante o transporte, pois evita preocupações desnecessárias que podem provocar ações arriscadas, como, por exemplo, reagir a um assalto.

5 – Monitoramento  e planejamento da frota

Usar recursos tecnológicos para monitorar a frota é lugar-comum nas operações logísticas, e isso não é à toa. O monitoramento dos dados do GPS e dos sensores presentes dos caminhões permite acompanhar, em tempo real, a localização dos caminhões em um trajeto, além de fornecer informações sobre as rotas mais recomendadas para o percurso, ou seja, aquelas que realmente comportam os requisitos necessários de acordo com o tamanho ou peso do veículo utilizados.

Softwares dedicados também podem auxiliar a planejar a rota mais segura para os pontos de entrega, paradas programadas e locais de descanso, ao mesmo tempo em que ajuda a evitar trajetos perigosos ou vias em más condições.

Deixe uma resposta